COMUNICAÇÃO  /  NOTÍCIAS DO SITE
 
Inovação e consumo consciente são pauta em plano estratégico da Enel
05/12/2018 às 12:20 - Por: Mirella Freitas e Juliana de Moraes
 
clique para ampliar
 
  
 
 

“Com a compra da Eletropaulo, apresentamos mais uma nova etapa de nosso plano que é distribuir energia elétrica para a América Latina, de forma consciente, firmando um acordo entre a companhia e os clientes”, afirmou Nicola Cotugno, Country Manager da Enel no Brasil.

Ele, executivo, formado em engenharia mecânica pela Universidade de Roma, possui 27 anos de experiência no setor elétrico. Já foi Country Manager da Enel Chile e da Slovenske Elektrarne - subsidiária do Grupo Enel na Eslováquia. E, no evento realizado junto à imprensa em 03/12, destacou o termo Open Power para a melhoria da companhia no Brasil e no Mundo.

“Estamos empenhados em dar mais acesso a energia para as pessoas; queremos que todos possam usufruir de uma energia sustentável e duradoura. E para isso, estamos ampliando nossa rede de distribuição, além de estarmos reforçando nossas formas de gestão e tecnologia”, afirma.

No que tange à distribuição, o presidente da Enel Distribuição São Paulo, Max Xavier Lins, colocou a importância que a companhia está dedicando para a modernização e digitalização dos canais de atendimento para, assim, facilitar o acesso dos usuários aos contatos reclamações, sugestões, entre outros. Ao todo, sete subestações estão na linha de modernizações.

“O negócio de distribuição sempre precisa se superar para garantir comodidade aos usuários. A energia que a Enel quer compartilhar com o estado de São Paulo precisa ter um alto teor de confiabilidade e durabilidade, e iremos investir R$ 3,1 bilhões em melhorias de serviço, instalação de novos equipamentos e aperfeiçoamento das tecnologias que a companhia usa”, afirma Xavier.

Estratégia elétrica do Brasil


Maurizio Bezzeccheri, CEO da Enel Américas, compartilhou a questão estratégica que está sendo traçada para o país e para São Paulo. “Temos aproximadamente 73 milhões de usuários apenas na América do Sul, e isso trouxe a tona o compromisso de que estamos contribuindo para uma mudança de paradigma em relação ao consumo de energia no Brasil.”

A estratégia da companhia é o foco na inovação para atingir um nível superior do sistema elétrico brasileiro, onde os clientes poderão participar ativamente das negociações feitas. “O assunto energia, em qualquer país, é sempre um assunto estratégico, que precisa da participação ativa dos usuários”, destaca Bezzeccheri.


Edição e revisão:
Moraes Mahlmeister Comunicação

 

 
Compartilhe: link: http://www.sindienergia.org.br/noticia.asp?cod_not=4729
 

Ver todas as notícias do site  |  Ver apenas notícias de: Entrevistas e Reportagens
 
 Deixe seu comentário
 
Nome
   
Email
Escreva seu comentário:
 
 
 
 
Ainda não há comentários
Seja o primeiro a comentar




19/06/2019- por Mirella Freitas e Silvia Pimentel
Enel ganha Prêmio Nacional de Inovação da CNI
A Enel no Brasil venceu a categoria ‘Inovação em Marketing’ do Prêmio Nacional de Inovação 2019,...
19/06/2019- por Silvia Pimentel e Juliana de Moraes
Liquidação financeira do MCP de energia elétrica movimenta R$ 1,4 bilhão
A CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) finalizou a liquidação financeira do Mercado de Curto...
18/06/2019- por Mirella Freitas e Silvia Pimentel
CPFL Piratininga investe em nova iluminação e usina solar na Santa Casa de São Roque
A CPFL Piratininga investiu R$ 321 mil em ações de Eficiência Energética na Santa Casa de São Roque, na...

Inovação e consumo consciente são pauta em plano estratégico da Enel
 
 
   Insira seu nome e email e receba as notícias do SindiEnergia
Nome:
E-mail:
Copyright © 2007/2019 - Todos os direitos reservados.
Sindicato da Indústria da Energia no Estado de São Paulo
Rua da Consolação, 2697 - 1º andar
CEP: 01416-900 - São Paulo - SP
Pabx: (11) 3081-1120
 


 
 
sem